Ingrid Ruiz

O que é Mindful Eating?

O Mindful Eating nos ajuda a mudar nossa relação com a comida e retomar o prazer ao comer, sem culpa e sem dietas.


“Nutrição consciente” – título deste blog – remete à importância de prestarmos atenção ao que nutre e mantém saudável nosso corpo físico: comida, água, ar puro, movimento, exercício físico, descanso e relaxamento. Se um ou mais desses elementos estiver frágil ou ausente, podemos ter algum desconforto, mal estar, estresse, fadiga, tensão, ansiedade ou depressão.


Prestar atenção enquanto comemos é escutar o corpo e os sinais de fome e saciedade. É também sermos capazes de nos concentramos nos sabores, aromas e texturas dos alimentos para desfrutarmos do prazer de comer, e também sabermos fazer escolhas que agradem nosso paladar e nosso corpo.


A nutrição consciente faz referência ao Mindfulness, ou “atenção plena”, que é uma técnica em que aprendemos a prestar atenção, no momento presente, às nossas experiências internas, incluindo pensamentos, sentimentos, impulsos e desejos. É uma maneira de reconhecer e enfrentar nossas experiências internas e externas com paciência, bondade e imparcialidade. Desenvolvemos uma atitude de abertura e curiosidade, sem julgamentos ou críticas, em que percebemos nosso corpo, nossos pensamentos, sensações, emoções e o ambiente ao nosso redor e os aceitamos exatamente como são.


O médico Jon Kabat-Zinn, da Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts, foi quem primeiro criou programas de treinamento baseados em Mindfulness no ocidente, como o clássico MBSR – Mindfulness Based Stress Reduction –, com o objetivo de ensinar as pessoas a se cuidarem melhor e viverem mais saudáveis e adaptadas à sua realidade. A partir de um desses programas – o MB-EAT (Mindfulness-based eating awareness training) – foi criado o termo Mindful Eating, ou “alimentação consciente”, que reúne as técnicas de Mindfulness aplicadas ao contexto das questões alimentares.


O Mindful Eating nos ajuda a mudar nossa relação com a comida e retomar o prazer ao comer, sem culpa e sem dietas. A técnica também ajuda a reduzir a ansiedade, o estresse e a ocorrência de exageros e descontrole no comer, além de permitir uma melhor aceitação do próprio corpo e ajudar a ter mais consciência da fome e da saciedade. As pesquisas científicas sobre o método mostram que o ME contribui para uma reeducação alimentar que pode auxiliar na redução do peso corporal e numa melhora geral da saúde.


Algumas dicas práticas do Mindful Eating:


• Antes de comer, feche os olhos e respire profundamente algumas vezes. Observe seu nível de fome;

• Use todos os seus sentidos ao comer, atentando-se às cores, formas, texturas, sabores, cheiros da sua comida;

• Coma devagar, apreciando cada garfada;

• Faça melhores escolhas e coma melhor, e não menos comida;

• Procure comer em locais mais calmos, sem tantos estímulos externos (televisão, computadores, tablets, celulares, música muito alta, etc.) e, de preferência, em boas companhias.


A prática da alimentação consciente torna o momento da refeição mais leve e prazeroso, sentimo-nos mais íntegros e mais autoconfiantes, e essa relação mais saudável com a comida melhora nossa saúde e, por consequência, nosso peso.


Saiba mais sobre o Curso Online de Mindful Eating.




Para saber mais:

Kabat-Zinn J. Full catastrophe living: using the wisdom of your body to face stress, pain, and illness. New York: Delta; 1990.

Kristeller, J. L., & Wolever, R. Q. (2010). Mindfulness-based eating awareness training for treating binge eating disorder: the conceptual foundation. Eating disorders, 19(1), 49-61.


Lieberstein, Andrea. Well nourished – mindful practices to heal your relationship with food, feed your hole self, and end overeating. Fair Winds Press, 2017.


Bezerra, M. B. G. S., de Orange, L. G., de Andrade Calaça, P. R., de Menezes, G. M. M., & de Lima, C. R. (2021). O mindful eating modifica o comportamento alimentar em indivíduos com excesso de peso?. Research, Society and Development, 10(3), e36110313465-e36110313465.



#mindfuleating #nutriçãoconsciente